********** Gente!! como percebi que varios colegas aqui estao com a mesma dificuldade que eu, no que se refere ao quanto cobrar por seus projetos, vamos estender esta cituação como um modelo para todos Ok

Quanto cada um de vcs cobraria nesta cituação??

((para que quem visite o topico saia daki com varias formas de calculo para uma unica situação e talves resolvamos este dilema...))

Um quarto de 16 m² Feito no sketchup ((progama de modelagem 3D)). Fui atras dos moveis que ela gostaria de colocar no quarto, (nao cobrei reserva tecnica), Vou apresentar um estudo preliminar no sketchup com cores e texturas e depois de aprovado darei as perpectivas ((umas duas)) renderizadas do supodium, mais as plantas cotadas e taus.
Segundo a tabela da ABD, um projeto de categoria C de ate 59 m², eu deveria cobrar R$ 34,00 m².
Fiz uma pesquisa e pra maquetes 3D o pessoal costuma cobrar uns R$ 24,00 o m², e cada perspectiva add R$ 70,00. Neste caso eles jah recebem o arquivo dwg e um memorial descritivo.

Como vcs orçariam um projeto desses para seu cliente??.
Obrigada!

Exibições: 121797

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá Thais
Onde eu consigo esta tabela da ABD? Tambem fico bem perdido com relação a preços.


Obrigado
Oi Luiz Algusto,

Se vc colocar no google: tabela de honorarios ABD.....jah aparece....
entrando no site daq abd acho que soh que eh cadastrado tem acesso...
pode ser que nao seja mt atualizada mas duvido...
Olá Thais! O mais difícil é cobrar certo (justo).. mas depende a cidade que vc está, o valor está adequado, aqui onde moro, nem pensar em cobrar por perspecitava, cobro o projeto inteiro e ainda escuto que está caro o valor... trabalho mais com móveis e quando eles decidem fazer não querem saber qnto custa o desenho separado, perpectiva..e tal. Abraços, boa sorte.
tah pessoal, vamos ser um pouquinho mais objetivos.

Adalgisa, vc cobra por projeto certo??....e como estipula este valor?
Por m²....ou hora tecnica....ou jah conseguiu instipular um valor medio por projeto....
Thais,
Eu nunca uso a categoria C da tabela.O cliente sempre quer algma coisa a mais depois e a genta acaba trabalhando de graça. Eu cobraria pela categoria B, mais 10% do valor da marcenaria, se tiver. Entrego para o cliente uma apresentação em ppt com vários angulos do sketchup com cores e texturas e alguma imagens renderisadas. Depois que ele aprova o projeto, entrego desenhos cotados, no próprio sketchup, em preto e branco para a execição dos profissionais envolvidos.
Alguém tem a tabela da ABD atualizada?
Thais! OLá, é cobro mais ou menos por projeto, não consigo cobrar por m², pois trabalho mais com móveis como falei..mas aqui a maioria não valoriza o trabalho, até mais que isso, a maioria não tem ideia do esforço que fazemos e estudamos para saber como resolver os problemas deles..enfim, tenho mais ou menos uns valores estipulados por projeto, tipo dormitorio solteiro, cozinha outro valor, pois quando já está construído e sabemos que muitos não contratam profissionais para executar uma obra, então as coisas são feitas conforme o (pedreiro) e aí nos deparamos com vários obstáculos..espero que consegui explicar ..rsrs

Thais Mendes disse:
tah pessoal, vamos ser um pouquinho mais objetivos.

Adalgisa, vc cobra por projeto certo??....e como estipula este valor?
Por m²....ou hora tecnica....ou jah conseguiu instipular um valor medio por projeto....
Olá!
Realmente, neste caso, acho que não deve ser cobrada a perspectiva. A não ser que vc esteja modelando um projeto que não é seu. Por exemplo: tem um colega que projeta, mas não é muito ligado nessas coisas de apresentação 3D e precisa que alguém faça para ele uma maquete eletrônica que possa conquistar seu cliente. Aí, sim, por perspectiva vc pode cobrar cerca de R$ 25,00 a R$ 30,00 o m², dependendo da complexidade do projeto, do nível de detalhes ou ainda se externa ou interna. Externa geralmente precisa de mais detalhes e dá muito mais trabalho.
No caso do projeto ser seu, aí vc cobra por m² do projeto. Aqui na minha região (sou de Alagoas), para ambientação o preço varia entre R$ 30,00 e R$ 45,00 o m².Tem profissionais que não fazem perspectivas. Trabalham com vistas, elevações e cortes mais detalhados.
Caso haja necessidade de utilizar os recursos de 3D (o que eu acho uma exclente ferramenta de "conquista" do cliente e tb utilizo), pode-se incluir um percentual em cima do valor do seu projeto, cobrar um valor um pouco acima do normalmente cobrado quando não se faz perspectivas. Se fosse no meu caso, sairia uns R$ 35,00ou R$ 40,00 o m².
Espero ter ajudado.
Abraços!
Muito obrigada gente....me ajudaram bastante a me sentir mais segura no valor que venho cobrando. E garanto que estao ajudando muitas pessoas que encontram a mesma dificuldade.

Mas continuem postando...essas informaçoes vao ajudar mt gente ainda...

Mais uma vez...muito obrigada!!
juraaa!!!!

E sera que vc teria essa tabela atualizada pra postar ai pra gente??....
Vc custuma cobrar por seus trabalhos baseando-se nessa tabela....

abs...


Michelle Gomes disse:
Esta tabela do google esta defasadissima. Ela eh de 2004....
Ano passado, o m2 de um projeto residencial acima de 100 m2 custava cerca de 64 reais em SP.
Pessoal, estou achando muito interessante este forum. Também tenho a mesma dificuldade quanto a cobrar o valor do 3D separadamente nos projetos (trabalho com o 3D do autoCAD e renderizo no Accurender). O cliente nunca está disposto a pagar um pouco a mais por isso, pois não acha necessário, de início. Claro que quando eles olham o 3D, se apaixonam. Sem sombra de dúvida, o 3D melhora muito a apresentação e a aceitação dos projetos (facilita a interpretação). Então, defini que entregarei todos os projetos com 3D (como padrão meu) e já orço com o valor total. Acho que isso facilita a cobrança. Já deixei de cobrar quando o cliente pediu desconto, e depois acabei precisando fazer o 3D por ele não ter conseguido interpretar apenas plantas e elevações. Como cobrar o 3D? Enfim, cada caso é um caso e eu analiso quanto tempo vou dispender na realização do desenho para cobrar.

Espero ter ajudado...
era ai que eu queria chegar....se os valores sugeridos pela abd estavam ou nao dentro da realidade....

entendo e concordo com a sua decisao de nao divulgar a tabela...mas nao custava nada pedir
huahuahuahuah°º

vc eh de que regiao??...como fez para chegar em um valor acessivel aos clientes e que pagasse pelo seu trabalho??

Tenho muito medo de cobrar um valor mt abaixo da media. e acabar por prostituir o mercado ou criar uma concorrencia desleal...
Acredito mt no meu trabalhol mas ainda tenho duvidas em como cobrar por ele.
Acho que a melhor das dicas dada aqui foi a de estipular um valor que gostaria de receber por mes...dividir pelas horas e cobrar seus projetos por hora tecnica. O dificil disso e que no começo nao temos mt ideia de quanto tempo iremos gastar.

abs...
Ai esta uma pergunta que todos fazem.............. como cobrar.........
sempre ouvi isso e é uma duvida de todos e nunca se sabe ao certo o que é razoavel o que esta na media porquenem a media se sabe.
Acho que somos profissionais perdidos no espaço, falo isto no caso dos profissionais de decoração, os chamados "designers de interiores", temos uma associação que deveria estar se preocupando com isso e estabelecendonrmas e parametros para que tenhamos uma forma incial de como cobrar, não tem duvida que depois disso outros fatores podem ser pontos de diferenciação entre um honorario de um profissional comparado ao de outro, por motivos de pratica, tempo de trabalho, midia, talento e capacidade profissional.

Se voce procura um cirugiãoplastico veja que ao procurar o segundo as vezes o preço muda e muito, mas apo voce estudando o curriculum de um e de outro voce percebe que a diferença esta ali e os resultados de um e de outro comprovam o preço tambem. Mas ambos em u mponto de partida onde se voce investigar, existe na Associação Médica que rege a classe deles um ponto de partida e regras para se cobrar.

Nós não temos, somos perdidos e todos os profissionais procuram a mesma coisa e têm a mesma duvida!!!!

Em Outubro formamos um grupo e montamos uma chapa para concorrer à diretoria da ABD onde um dos pontos principais era cuidar dos interesses dos profissionais e levantar essa bandeira guardada no armario, la não sei do que eles cuidam, - de fazer um jornalzinho que só promove os membros da diretoria e dos profissionais que prestam serviços para a associação que paga para eles executarem tais servicos, portanto não nos interessa a vida nem a foto desses profissionais, agora os socios pessoas que pagam e que deveriam usufruir de bens como esse da tablea de honorários e muitas outras coisas, nada não fazem nada mesmo só promoções pessoais deles mesmos, recém empossaram ja querem fazer um congresso! pra que? para continuar tudo na mesma!!!, concerteza irão trazer figurões importante do exterior para darem palestras que são montadas a partir de cases e de assuntos truncados e sem continuidade, e nõs aqui contunamos com as nossas pequenas duvidas como essa de - como cobrar um projeto - ou como tratar do assunto RT ou ainda da administração sobre a execução de um trabalho de interiores.

Nós não ganhamos, pois fomos sabotados e arrazados curelmente por um processo que não se esclareceu até hoje e com um circo vergonhoso de se comentar a respeito, uma coisa é perder outrar coisa é tirarem a sua chance de ganhar, e isso é discutivel e muito diferente da derrota.

Sobre este assunto não quero comentar mais, a Associação provou que quer se manter para continuar tudo igual, ouseja, apenas soprando na poeira mas não se incomodando com a sugeira que volta.

Precisamos aqui e em outros locais onde profissionais bem intensionados e com duvidas e vontade de fazer a coisa seria
e trabalhar por um ideal, a imagem do profissionail de interiores, seus direitos e suas obrigações, e discutirmos muito isso, nosso grupo que era a chapa INOVAÇÃO, contunua hoje sendo o GI - Grupo Inovação, e estamos tentando formatar e formular questões para discutirmos livremente nossa posição e como será o nosso futuro, porque a associação continua na mesma e jamais vai defender os nossos interesses como tem provado até hoje!







José Eduardo de Andrada e Silva disse:
Olá pessoal,

Minha opinião sobre isto é bem clara e definida. Existem prós e contras, mas somente nós podemos definir o padrão de dignidade da nossa profissão.
Muitas vezes escuto opiniões de colegas dizendo que cobram um determinado preço (baixo) porque é difícil conseguir clientes ou porque ganhando determinado valor já dá para levar a vida, ou então se comparam com o ganho de outras atividades (quanto um fulano de tal precisa ralar para ganhar R$ 500,00 .... e por aí vai...).
Posso dizer o seguinte : Não estabeleçam seu ganho pelos parametros de sua necessidade hoje. Hoje voce pode ser recem formado, morar com os pais, ou algo assim, e o que voce ganha é praticamente limpo. E quando voce for casado(a), tiver 4 filhos e tiver que manter seu escritório e sua casa? Como vai fazer? Não adianta querer aumentar seu patamar de ganho quando a "freguesia" já te classificou. Aí é tarde !!!
Cobrando um preço justo fica difícil conseguir clientes? Azar, quem precisa de clientes que escolhem o Arquiteto pelo preço mais baixo? Quando eles precisam de um médico fazem cotação para escolher o mais barato? Ou um advogado?
Como eu disse em um outro fórum aqui da Casa Pró, é "melhor ficar vermelho hoje do que amarelo o resto da vida".
Estabeleçam seus ganhos agora, porque depois é tarde!!
A propósito, cobro de 35,00 a 40,00 por m2 de Projeto para Construção Civil (não faço interiores, portanto não tenho parametros), e nunca menos do que R$ 5.000,00, porque é isto que custa para fazer um Projeto. Se voce acha que dá para fazer por menos é porque não está dando o devido valor a sí mesmo.
Um grande abraço a todos.

Responder à discussão

RSS

Membros

ENCONTRE

Veja alguns dos tipos de projetos que você vai encontrar aqui:

Assine já!

© 2018   Criado por CasaPRO.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço