Biologia da Construção e seus Efeitos na Sociedade Moderna

O conceito de Biologia das Construções – nasce em 1970 na Alemanha  como resposta aos problemas associados ao abuso do uso do concreto armado e materiais sintéticos, ligados a uma arquitetura fria e impessoal, que afasta seus usuários dos processos biológicos naturais.
É conhecida ainda como a técnica especializada na utilização de sistemas construtivos e materiais com uma qualidade biótica elevada, sem prejudicar o meio ambiente e o ser humano.

Dentre os vários conceitos de construções sustentáveis conhecidos atualmente, para a Biologia das Construções toda edificação para ser sustentável, essencialmente, precisa ser saudável.

A arquitetura sustentável não deve se preocupar apenas em preservar o meio ambiente, mas também garantir a saúde dos seus ocupantes e sensibilizá-los para um estilo de vida com mais consciência ambiental. 


Deve harmonizar-se com o clima, a tradição, a cultura e o ambiente na região. Desta forma, pode-se afirmar que uma construção sustentável não pode gerar doenças, como os prédios que acarretam a Síndrome do Edifício Enfermo (SEE).

Localização natural:
 
1. O terreno deve ser livre de anomalias naturais e perturbações geobiológicas.
2. As habitações devem ser afastadas de fontes de emissões e ruído, longe de centros industriais e vias de tráfego intenso.
3. A urbanização deve ter baixa densidade e amplas áreas verdes.

4. A edificação deve ser personalizada, em harmonia com a natureza e orientada ao ser humano e à família.
Assim, destaca-se a necessidade da escolha de um terreno onde será construída uma casa ou uma empresa, pois a correta posição desta edificação no seu entorno tem uma grande importância para prevenir futuras enfermidades.
Att.
Biologia da Construção

Exibições: 113

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa Pro para adicionar comentários!

Entrar em Casa Pro

Membros

ENCONTRE

Veja alguns dos tipos de projetos que você vai encontrar aqui:

Assine já!

O território de Fernanda Young

© 2017   Criado por CasaPRO.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço